Tipos de nuvens

Curta e compartilhe ;)

Tipos de nuvens
Tipo de nuvens
Print Friendly, PDF & Email

Nuvens:

√Č prov√°vel que as nuvens s√£o as principais respons√°veis pela exist√™ncia da ci√™ncia da Meteorologia. Certamente sem elas, n√£o existiriam fen√īmenos como a neve, chuvas, trov√Ķes e rel√Ęmpagos, arco-√≠ris ou halos. Seria imensamente mon√≥tono olhar para o c√©u, porque sem os tipos de nuvens, apenas existiria o c√©u azul. Uma nuvem consiste principalmente em um agregado vis√≠vel de pequenas gotas de √°gua ou cristais de gelo que s√£o condensados e suspensos no ar. Todavia umas s√£o encontradas a altitudes muito elevadas, outras quase tocam no ch√£o. Podem assumir formas diversas, mas s√£o geralmente divididas em 10 tipos b√°sicos e s√£o encontradas na troposfera, (veja tamb√©m camadas da atmosfera da Terra).

O que s√£o as nuvens:

Uma nuvem √© um conjunto vis√≠vel de part√≠culas min√ļsculas de √°gua em estado l√≠quido, ou gelo ou de ambos, em suspens√£o na atmosfera terrestre resultado da evapora√ß√£o da √°gua pelos raios solares e pela condensa√ß√£o em altitudes devido a baixa temperatura. Podem ser l√≠quidas (constitu√≠das por got√≠culas de √°gua), ou s√≥lidas (constitu√≠das por cristais de gelo) ou mistas (constitu√≠das por got√≠culas de √°gua e cristais de gelo).

Este conjunto al√©m de conter part√≠culas principalmente de √°gua em estado l√≠quido ou de gelo em maiores dimens√Ķes, tamb√©m podem conter part√≠culas procedentes, por exemplo, de vapores industriais, de fuma√ßas ou de poeiras suspensas na atmosfera.

Embora o aspecto de uma nuvem dependa essencialmente da natureza, dimens√Ķes, n√ļmero e distribui√ß√£o no espa√ßo, das part√≠culas que a constituem, tamb√©m depende da intensidade e da cor da luz que a nuvem recebe, bem como das posi√ß√Ķes relativas do observador e da fonte de luz (sol e a lua) em rela√ß√£o √† nuvem.

Primordialmente os principais fatores que interv√©m na descri√ß√£o, aspecto dos tipos de nuvens s√£o suas dimens√Ķes, suas formas, sua estrutura e sua textura, assim como sua lumin√Ęncia e cor.

Quanto ao seu aspecto podem ser:

Dependendo das condi√ß√Ķes de temperatura, altitude, press√£o e outros fatores, os tipos de nuvens apresentam diferentes formas, caracter√≠sticas e propriedades f√≠sico-qu√≠micas, por isso, s√£o classificadas a partir de diferentes tipologias.

  • Estratiformes – desenvolvimento horizontal, cobrindo grande √°rea; de pouca espessura; precipita√ß√£o de car√°ter leve e cont√≠nuo.
  • Cumuliformes – desenvolvimento vertical, em grande extens√£o; surgem isoladas; precipita√ß√£o forte, em pancadas e localizadas.

Classificação:

De acordo com o Atlas Internacional de Nuvens da OMM (Organização Meteorológica Mundial), https://public.wmo.int/en , existem três estágios para os tipos de nuvens:

  • Nuvens Altas: base acima de 7 km de altura – s√≥lidas;
  • As nuvens M√©dias: base entre 2 km a 4 km de altura nos p√≥los, entre 2 a 7 km em latitudes m√©dias, e entre 2 km a 8 km no equador – l√≠quidas e mistas;
  • Tipo de nuvens Baixas: base at√© 2 km de altura – l√≠quidas.
  • As nuvens altas s√£o sempre antecedidas do prefixo cirro, porque apresentam sempre um aspecto t√©nue e fibroso;
  • As nuvens m√©dias apresentam o prefixo alto;
  • A designa√ß√£o estrato vai para as nuvens de maior extens√£o horizontal, enquanto a designa√ß√£o cumulo vai para as de maior desenvolvimento vertical;
  • As nuvens capazes de produzir precipita√ß√£o identificam-se com o termo nimbo.
CLASSEDESIGNA√á√ÉOS√ćMBOLOALTURA DA BASE (KM)
Nuvens baixasStratus (Estrato)St0 - 2
Stratucumulus (Estracumulo)Sc0 - 2
Nimbostratus (Nimbostrato)Ns0 - 4
Nuvens médiasAltostratus (Altostrato)As2 - 7
Altocumulus (Altocumulo)Ac2 - 7
Nuvens altasCirrus (Cirro)Ci7 - 18
Cirrocumulus (Cirrocumulo)Cc7 - 18
Cirrostratus (Cirrostrato)Cs7 - 18
Nuvens com desenvolvimento verticalCumulonimbus (Cumulonimbo)Cb0 - 3
Cumulos (Cumulo)Cu0 - 3

Tipos de nuvens:

Nuvens baixas:

Nuvem tipo Stratus
Nuvem tipo Stratus (St)

Stratus (St): de fato s√£o as nuvens mais pr√≥ximas do ch√£o e n√£o ultrapassam um quil√īmetro de dist√Ęncia do ch√£o. Quando vistas no c√©u, parecem um tapete, s√£o homog√™neas e suaves, muito parecidas com as do tipo nimbostratus e tamb√©m s√£o confundidas com as do tipo altostratus. Podem dar origem ao nevoeiro, com uma camada uniforme de acordo com o clima. Possui um tipo de colora√ß√£o acinzentada mais forte, e esse tipo de nuvem encobre todo o sol e ocupam uma grande √°rea do c√©u. Quando surgem, costumam vir acompanhadas de chuviscos.


Nuvem tipo Cumulus
Nuvem tipo Cumulus (Cu)

Cumulus (Cu): são o oposto da nimbostratus. Têm forma bem definida, coloração clara as vezes cinza e parecem chumaços de algodão com um formato mais arredondado. Apresentam desenvolvimento vertical, com a altura de suas bases oscilando entre 0 km e 3 km. Ver uma nuvem tipo cumulus é sinal de bom tempo, e com sol, mas quando crescem muito verticalmente, podem causar temporais.


Nuvem tipo Stratocumulus (Sc)
Nuvem tipo Stratocumulus (Sc)

Stratocumulus (Sc): de formato arredondado, esse tipo de nuvem pode ser branco ou cinzento, e em geral parece um mosaico no c√©u de agrupadas. Quando se formam, podem causar chuva leve. Podem causar turbul√™ncia quanto atravessadas por avi√Ķes devido a sua grande velocidade de deslocamento.


Nuvem tipo Nimbostratus (Ns)
Nuvem tipo Nimbostratus (Ns)

Nimbostratus (Ns): são nuvens baixas e verticais, sem formato definido, escuras, cinzentas ou azuis e com grande extensão. Também são bastante espessas, podendo ocultar totalmente o Sol e virem acompanhadas de chuvas mais demoradas e com menor intensidade. São as nuvens mais facilmente identificáveis em tempo chuvoso.


Nuvens médias:

Nuvem tipo Altocumulus (Ac)
Nuvem tipo Altocumulus (Ac)

Altocumulus (Ac): de aspecto fibroso e difuso, podem surgir com a colora√ß√£o mais esbranqui√ßada ou cinzenta e essas nuvens s√£o as causadoras do efeito algod√£o que √†s vezes aparece no c√©u. Podem estar a at√© seis quil√īmetros de dist√Ęncia do ch√£o. Ver este tipo de nuvem pela manh√£ pode ser um ind√≠cio de trovoada √† tarde.


Nuvem tipo Altostratus (As)
Nuvem tipo Altostratus (As)

Altostratus (As): consideradas nuvens de altura média, essas nuvens são identificáveis por cobrir o sol, o sol fica muito tênue, e não produz sombras, pois a quantidade de luz que as atravessa não é suficiente para isso. Geralmente são azuladas ou cinzentas são formadas por cristais de gelo ou gotículas de água muito fria. Ocupa uma enorme área do céu e tem aspecto de lençol ou véu fibroso.


Nuvens altas:

Nuvem tipo Cirrus (Ci)
Nuvem tipo Cirrus (Ci)

Cirrus (Ci): estas nuvens s√£o consideradas altas, pois sua dist√Ęncia m√©dia do solo √© de at√© oito quil√īmetros. S√£o constitu√≠das apenas de cristais de gelo, e por conta disso adquirem esse aspecto enovelado com um formato mais alongado, sendo finas e compridas. Quando surgem no c√©u indicam que o tempo est√° bom. Ali√°s, cirrus, em grego, quer dizer cachos de cabelo, da√≠ o nome.


Nuvem tipo Cirrocumulus (Cc)
Nuvem tipo Cirrocumulus (Cc)

Cirrocumulus (Cc): t√™m aspecto enrugado e forma√ß√£o parecida com as nuvens do tipo cirrus, mas s√£o mais delgadas e verticais. Sua dist√Ęncia do solo pode atingir at√© doze quil√īmetros. Diferente das altocumulus, n√£o formam sombras. Podem surgir individualmente ou em longas fileiras.


Nuvem tipo Cirrostratus (Cs)
Nuvem tipo Cirrostratus (Cs)

Cirrostratus (Cs): estas nuvens se localizam logo abaixo das nuvens cirrus e s√£o constitu√≠das por cristais de gelo. S√£o finas e leves, semelhante a um len√ßol ou v√©u transparente a ponto de n√£o encobrirem o sol. S√£o semelhantes as do tipo altocumulus, e ocupam uma grande √°rea, podendo aparecer v√°rias em sequ√™ncia ou isoladas. Quando est√£o em frente ao Sol, formam o efeito “halo” e/ou “sun dogs”, uma esp√©cia de c√≠rculo que pode ser visto quando se olha esse tipo de nuvem. Quando surgem com muita frequ√™ncia podem indicar uma previs√£o de chuva ou neve dentro de um per√≠odo de 12h ou 24h.


Nuvens com desenvolvimento vertical:

Nuvem tipo Cumulonimbus (Cb)
Nuvem tipo Cumulonimbus (Cb)

Cumulonimbus (Cb): s√£o as nuvens de trovoadas e tempestades, uma vers√£o verticalmente maior das cumulus. S√£o densas, esbranqui√ßadas e se formam principalmente nos tr√≥picos quando surgem as frentes frias sendo respons√°vel pela precipita√ß√£o de granizo, trovadas e at√© tornados. Geralmente elas causam fortes tempestades com muito vendo. Apresentam desenvolvimento vertical, com suas bases variando entre 600 m e 12 km, de altura, in√≠cio da tropopausa. S√£o facilmente identific√°veis por seu formato de bigorna e, por serem altas, ocorrem isoladamente ou em grupos e s√£o sempre vis√≠veis da janela dos avi√Ķes.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail n√£o ser√° publicado.


*